Aprenda a calcular a taxa de juros

Como você já deve saber, a taxa de juros é o coeficiente que determina o valor do juros, que podem ser recebidos ou pagos. Essas correções monetárias implicam sobre o capital inicial ou empréstimo durante um determinado período, que pode ser de dias, meses e até anos. 

É expressa em taxa unitária (fração decimal) ou taxa porcentual, mas você precisa saber que um é fruto do outro e não são coisas diferentes, apenas uma extensão da aplicação.

Agora que você já entendeu os conceitos, precisa conhecer as fórmulas e saber quando se aplicar cada uma delas. Vamos lá?

Taxa unitária: é a fração decimal da taxa que expressa quanto o juros representa do capital.

A fórmula é: i = J

sendo:
i = taxa de juros
J = Juros
C = Capital

Você também pode encontrar o C representado por P, de principal.

Taxa percentual: é a taxa unitária multiplicada por 100.

Para facilitar o entendimento, que tal um exemplo, vamos lá?

De uma aplicação de R$ 50 mil, recebi juros de R$300 em apenas 1 mês. Você sabe me dizer qual foi a taxa unitária?

Solução:
i = 300 50.000 = 0,006

Agora, para conseguir encontrar a taxa percentual você precisa multiplicar por 100.

i = 300 50.000 = 0,006 x 100 = 0,6% em 1 mês.

Ou seja, a taxa unitária de juros nesse caso é uma fração decimal, calculada em 0,006. A cada R$ 1 mil investido, recebi R$6 em 1 mês.

Quando a taxa de juro J não apresenta um período de tempo, você elimina a desvantagem com a taxa de juro i, definindo como valor unitário da taxa sendo o valor percentual dividido por 100. 

Uma boa dica é sempre que for calcular juros, calcular a taxa unitária. Ela será a base de qualquer solução. Na internet existem diversos sites que propõem problemas de matemática financeira.  Caso sua intenção seja aprender a calcular antes de tomar um empréstimo ou adquirir crédito em algum banco, pode ser uma boa ideia fazer mais exercícios desse tipo.

Esperamos ter ajudado!