Caixa levantou R$ 743,7 milhões com venda de ações do Banco Pan

Na última quinta-feira (27), a Caixa Econômica Federal, conheceu uma oferta pública de distribuição secundária ( seguimento ) de 89.599.665 ações preferenciais (PN) de emissão do Banco PAN SA de sua titularidade.

O preço por ação foi de R$8,30, com um desconto menor que 3% em relação à cotação de fechamento na véspera, levantando R$ 743,7 milhões com a venda das ações preferenciais, mantendo apenas as suas ações ordinárias (ON), preservando os mesmos níveis de governança no Banco PAN.

A redução da participação da Caixa faz parte de uma estratégia de vender ativos não relacionados ao seu principal negócio.

A oferta foi avaliada pelas unidades de banco de investimento da CAIXA, BTG Pactual, Itaú BBA e  Credit Suisse e contou com uma revisão de roadshow virtual de cinco dias, com interações junto investidores de cinco países diferentes, numa alocação final da oferta de cerca de 63% dos investidores brasileiros e 37% internacionais.

“Com a venda das ações preferenciais do Banco PAN, aproveitamos uma janela de oportunidade em relação à recuperação da percepção de seu valor de mercado, guardando aderência ao nosso planejamento estratégico ao gerar valor para o Conglomerado”, avaliou o superintendente de nacional de Fusões e Aquisições da CAIXAPAR, Rogério Saab, afirmando que a venda das ações foi muito oportuna.