Frente Corretora libera pagamentos de serviços no exterior

46

A SIMPLE, plataforma digital de compra de papel moeda e remessas internacionais da Frente Corretora de Câmbio, liberou esta semana o pagamento de alguns serviços prestados no exterior. A partir de agora, os clientes da corretora poderão fazer transações de até US$ 10 mil, direcionando-o diretamente à conta do prestador.

São permitidas transferências de pessoa física do Brasil para pessoa física ou jurídica do exterior, em dólar, dólar canadense, dólar australiano, euro e libra. Serviços financeiros, de consultoria de negócios e relações públicas, os de publicidade, pesquisas de mercado e de opinião e de participação em feiras e exposições e, ainda, aqueles prestados a agências de notícias estão autorizados para transação.   

Ricardo Baraçal, sócio líder da área de produtos digitais da Frente Corretora, afirmou que esta é uma alternativa barata e sem burocracias para que qualquer brasileiro ou estrangeiro residente no país pague por serviços prestados no exterior, além disso, essa facilidade não é apenas para o consumidor final, mas também uma vantagem competitiva aos mais de mil parceiro que a corretora tem por todo o Brasil.

Para a transferência de valores, o pagamento poderá ser realizado via TED ou PIX para a corretora, com o valor integral, ou ainda por cartão de crédito, parcelado em até 12 vezes, o que dá ao cliente mais flexibilidade e fôlego financeiro.

Rede de correspondentes

Recentemente, a Frente assumiu a liderança entre as corretoras independentes que mais ampliaram sua rede de correspondentes em 2020, mesmo diante de um cenário de crise ocasionada pela corona vírus. De acordo com dados obtidos junto ao Banco Central, a corretora conquistou, até 30 de novembro deste ano, 349 novos correspondentes, um crescimento de mais de 40% durante este período. Se considerado o mesmo período do ano anterior, o aumento foi de 58%.

Com os novos parceiros, a Frente acumula 617 correspondentes, o que lhe garante o 3º lugar no acumulado histórico e mais de 13% deste mercado no que diz respeito às redes hoje atuantes. A esta base, somam-se ainda outros 500 indicadores parceiros, geralmente corretoras, agentes autônomos ou empresas não especializadas em câmbio, mas que indicam a Frente e recebem um percentual de comissão pelas transações efetuadas.  

Plataforma Simple

A Simple é uma plataforma digital de remessas internacionais, desenvolvida pela Frente Corretora em parceria com a Ripple. Criada com o uso da tecnologia blockchain, ela permite não apenas a compra de papel moeda de maneira digital, mas também transferências de recursos entre países em apenas alguns minutos, de forma desburocratizada e sem a cobrança de taxas.  

De caráter white label, a ferramenta é utilizada por vários dos parceiros da corretora que, a partir da sua adoção, passam a atuar como fintechs de câmbio, sem a necessidade de infraestrutura própria para isto, uma vez que todo o processamento, do compliance ao delivery da moeda, fica a cargo da Frente. 

Até então, pela plataforma, eram permitidas transações de no máximo US$ 3 mil. A partir de dezembro de 2020, entretanto, poderão ser realizadas transferências de até US$ 10 mil, do Brasil para outros países, assim como de outros países para o Brasil, desde que efetivadas por cidadãos brasileiros. 

Sobre a Frente

Fundada em 2017, a Frente Corretora tem como propósito democratizar o mercado de câmbio no mundo através de soluções digitais e uma rede eficiente de correspondentes cambiais, unindo o melhor dos dois mundos: uma equipe experiente e o espírito inovador das Fintechs. A Frente investe constantemente na otimização de processos e capacitação, para proporcionar um atendimento personalizado, seguro, rápido, sem burocracia e com custos acessíveis. A Frente Corretora tem sede em São Paulo e atente a todo o Brasil. 

Site: www.frentecorretora.com.br

Artigo anteriorApós um ano turbulento, Azul deve decolar em 2021, diz BTG
Próximo artigoBanco do Nordeste promove formação sobre integridade e ética para colaboradores de parceiros