Não faça um empréstimo no banco antes de ler isso

Antes de tomar qualquer decisão na vida, seja sobre um empréstimo, comprar ou não alguma coisa e, até mesmo ir ou não em algum lugar, todos nós precisamos ponderar alguma coisa.

Cada situação exige de nós algum tipo de observação ou análises que torna a nossa tomada de decisão mais assertiva e nos deixam mais confiantes em relação a escolha, e é por isso que você nunca deve tomar um empréstimo no banco, seja qual for ele, sem ter esses conhecimentos básicos de matemática financeira.

Nós estamos falando de conceitos como juros, aplicação e investimento, que te ajudará a entender melhor sobre a sua própria necessidade e se aquilo que o banco está te oferecendo é realmente interessante.

Embora pensar nisso tudo não seja muito agradável, pois muita gente foge para as montanhas quando se trata de números e cálculos, é impossível negar a utilidade dos conhecimentos que a matemática nos proporciona. E esteja certo: você irá usar esses conceitos e lidar com o dinheiro durante toda a sua vida.

Então, para te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de tomar um empréstimo,  vamos te apresentar alguns conceitos que serão úteis durante toda a sua vida.

Capital: é o valor do dinheiro no momento inicial da operação, também representado pelas letras PV, Present Value.

Ex: em uma aplicação no valor de R$50 mil por 4 meses, a uma taxa de juros de 1% ao mês, o PV é de R$50 mil.

Montante: é o valor dinheiro no futuro da operação, também representado pelas letras FV.

Ex: qual o valor da final de uma aplicação de R$50 mil na poupança após 4 anos sem mexer no dinheiro?

Taxa de juros: é o coeficiente que determina as correções monetárias durante um determinado período, sendo expressa em porcentagem (%), também representado pela letra i.

Ex: numa dívida de R$ 2 mil, que será paga em 10 meses, o valor acertado de juros é de 1% ao mês.

Juros: é a correção monetária em espécie ou o valor  acrescido pela taxa de juros. 

Ex: fiz uma aplicação de R$ 3 mil por um ano e saquei R$4 mil, ou seja, recebi R$ 1 mil de juros. 

Desconto: é o abatimento sobre uma operação financeira, geralmente proporcional à taxa de juros e ao período considerado.

Ex: antecipar 3 parcelas do pagamento de um empréstimo vai gerar desconto?

Período: é o prazo envolvido na operação financeira, geralmente expresso em dias, meses, semester e até anos. 

Ex: Ao tomar emprestado R$5 mil do banco, ele vai determinar qual o prazo que você tem para pagar e qual o juros ele vai cobrar nesse período.

Investimento: aplicação de um valor esperando receber acréscimo de juros durante determinado período.

Empréstimo: recurso financeiro que busca resolver as mais variadas necessidades.

Amortização: antecipação de pagamentos onde se faz necessário conceitos de valor atual e futuro.

Agora que você tem um pouco mais de conhecimentos sobre alguns conceitos financeiros, comece a pesquisar antes de assinar um contrato de empréstimo. Existem inúmeras instituições financeiras de confiança no mercado que podem te ajudar em um momento de necessidade. Você só precisa escolher a melhor oferta.