Você sabe quais os principais tipos de juros existentes no mercado?

Como você já sabe, a taxa de juros é o coeficiente que determina o valor do juros, que podem ser recebidos ou pagos. Ele é aplicado sobre o capital inicial ou empréstimo durante um período de tempo, que pode ser dia, mês e ano. Geralmente ele é representado pela porcentagem (%).

Agora que você conhece o conceito, precisa saber são vários os tipos de juros existentes hoje no mercado e cada um deles é aplicado em determinada situação. 

Para resumir, o juros é o valor extra pago para um fornecedor ou credor em uma operação financeira. Essa taxa tem o intuito de minimizar o risco e compensar o tempo que o dinheiro não estará aplicado, além de fatores relacionados a inflação e transaçõe administrativas. 

Os juros está presente em praticamente tudo, tanto nas finanças pessoais quanto do cotidiano das grandes corporações. Ele é um agente comum e hoje você vai conhecer os  principais tipos de juros existentes na economia brasileira. Vamos lá?

Juros exato: utiliza o calendário civil, ou seja, ano de 365 dias.

Juros comercial: utiliza o calendário com base no ano contábil, 360 dias/ano.

Tanto o juro exato quanto o comercial são usados nas operações financeiras de curto prazo, ou seja, situações fazem uso o juros simples, com prazo definidos em dias.

Juros simples: a capitalização ocorre apenas sobre o valor inicial do capital. 

Juros composto: a capitalização ocorre sobre o valor principal e sobre o valor dos juros incorridos, ou seja, juros sobre juros.

Juros compensatórios: ocorre na utilização do capital pertencente a outra pessoa, como acontece no empréstimo de dinheiro. 

Juros moratórios:  ocorre quando uma conta não foi quitada na data acordada.

Juros nominais: obrigatória nos contratos de crédito ou aplicações, ela está sujeita aos efeitos da inflação.

Juros reais: taxa nominal descontada da inflação, ou seja, é a rentabilidade do investimento já descontando a inflação.

Juros sobre capital próprio: é uma das formas de uma empresa distribuir o lucro retido pela instituição no período anterior entre os seus acionistas, titulares ou sócios.

Juros rotativos: é o valor pago a mais pelo atraso ou pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito ou pendência de um financiamento.

Por ser uma agente comum na nossa economia, é importante que você fique de olho nos juros que fazem parte do seu dia-a-dia. Evite pagar contas em atraso ou fechar contratos de empréstimo ou crédito sem pesquisar. Essa prática simples vai fazer com que você consiga melhorar cada vez mais as suas finanças.